Importância do Domínio de Línguas Estrangeiras pelos Profissionais de Secretariado Executivo para Atuação no Mercado de Trabalho em Tempos de Globalização: Uma Abordagem Crítico-Reflexiva

Marcos Pereira dos Santos

Resumo


Este artigo tem como principal objetivo efetuar uma abordagem crítica e reflexiva sobre a importância do domínio de línguas estrangeiras pelos profissionais de Secretariado Executivo para atuação no mercado de trabalho em tempos de globalização. Para tanto, inicialmente busca-se tecer comentários acerca do fenômeno globalização como fator de rompimento de velhos paradigmas sociais. Em seguida, são realizadas discussões sobre o processo comunicacional do secretário executivo na atualidade, tendo em vista o uso da língua materna e das línguas estrangeiras. Na sequência, apresentamos algumas reflexões referentes à importância do domínio de línguas estrangeiras pelos secretários executivos, enquanto necessidade profissional ou modismo social. Por fim, busca-se fazer alguns apontamentos voltados à formação acadêmica inicial e à atuação profissional do secretário executivo bilíngue, lançando um olhar visionário sobre o mercado de trabalho na contemporaneidade.

DOI:10.7769/gesec.v3i1.82


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.7769/gesec.v3i1.82

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Marcos Pereira dos Santos

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

GeSec - Revista de Gestão e Secretariado | São Paulo, São Paulo, Brasil | e-ISSN:2178-9010

Para referências:

R. G. Secr., GESEC.

Esta Revista está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia