Assessoria Aberta com Viés Social: Um Estudo de Caso no Centro de Referência de Assistência Social

Suéllen Ramos, Ana Maria Kotzko, Eloyse Gonçalves, Raimundo Nonato Junior

Resumo


O presente estudo teve por objetivo realizar uma análise sobre o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS). O estudo transcorre a estrutura organizacional do CRAS e a política de assistência social na forma de proteção social básica, articulando como meio de mediação, da gestão-sociedade às assessorias abertas. Utilizou-se o método dialético para reconhecer a realidade e transpô-la como conhecimento de forma exploratória e descritiva, no contexto da abordagem qualitativa, empregando-se as técnicas de tipo de pesquisa bibliográfica, documental e entrevista. Os resultados obtidos apontam para três principais categorias: serviços, gestão do CRAS e gestão das assessorias abertas. Os diálogos entre a gestão social e o Secretariado Executivo se apresenta interdisciplinar de forma a preencher as lacunas que emergem ao se revelar a problemática existente no Centro de Referência de Assistência Social sob a perspectiva de que a sua gestão pode ser analisada através das assessorias abertas, com o objetivo de mostrar a articulação gestão-sociedade do CRAS sob a óptica dos conhecimentos transversais na área das assessorias.


Palavras-chave


Assessoria Aberta; Ciência da Assessoria; CRAS; Gestão Social; Serviços

Texto completo:

PDF

Referências


Almeida, Walkíria Gomes de; ROGEL Geórgia T. S; SHIMOURA Alzira da Silva (2010). Mudanças de paradigmas na gestão do profissional de secretariado. Revista de gestão e secretariado. São Paulo: v. 1, n. 1, p. 46-68, jan./jun. 2010.

Bauman, Jussara; Crotti, Katiane; Silva, Kelly (2009). Assessoria Executiva na Educação Superior. Trabalho de conclusão de curso de graduação em Secretariado Executivo: Universidade Estadual do Centro-oeste (UNICENTRO)

Brasil. Ministério do desenvolvimento social e combate à fome – MDS (2011). Orientações técnicas centro de referência de assistência social - CRAS. Brasília.

______. Ministério do desenvolvimento social e combate à fome – MDS (2014). Benefício de Prestação Continuada (BPC). Disponível em: Acesso em: 19 de maio de 2014.

______. Ministério do desenvolvimento social e combate à fome – MDS (2010). Política nacional de assistência social PNAS/2004. Norma operacional básica – NOB/SUAS. Brasília.

______. Ministério do desenvolvimento social e combate à fome - MDS. Norma operacional básica - NOB/SUAS (2014): construindo as bases para a implantação do sistema único de assistência social. Disponível em: Acesso em 18 de maio de 2014.

______. Ministério do desenvolvimento social e combate à fome – MDS (2014). CRAS institucional. Disponível em: Acesso em: 2 de julho de 2014.

______. Ministério do desenvolvimento social e combate à fome - MDS. SUAS/PR - Sistema único de assistência social: instrumentos legais, S/D.

______. Ministério do desenvolvimento social e combate à fome – MDS (2009). Tipificação nacional de serviços socioassistenciais. Brasília.

______. Ministério do desenvolvimento social e combate à fome – MDS (2013) Norma operacional básica de recursos humanos do sistema único de assistência social - NOB-RH/SUAS: anotada e comentada. Brasília, dezembro 2011. Reimp. 2013.

______. Ministério do desenvolvimento social e combate à fome – MDS (s/d). Centros de referência CRAS de assistência social. Caderno SUAS IV: assistência social sistema municipal e gestão local do CRAS.

______ (2014). Lei nº 8.742, de 7 de dezembro de 1993. Disponível em: Acesso em: 15 de maio de 2014.

______. Constituição Federal, 1988. Disponível em: Acesso em: 16 de maio de 2014.

Couto, Berenice R (2006). O direito Social e a Assistência Social na Sociedade Brasileira: uma equação possível? 3ª Ed, São Paulo: Cortez, 2006.

Crotti, Katiane (2010). Redes de assessoria executiva na extensão universitária. Guarapuava: UNICENTRO, 2010.

Durante, Daniela Giareta (2012). Pesquisa em secretariado: cenários perspectivas e desafios. Passo Fundo, UPF.

Gil, Antonio Carlos (2009). Como Elaborar Projetos de Pesquisa. 4ª ed. 12. Reimp. São Paulo: Atlas, 2009.

Luiz, Suianny Francini Conceição (2010). Assessoria transdisciplinar e redes de voluntariado: perspectivas em debate nas organizações religiosas. Paraná, 2010. Disponível: Acesso em: 28 de set. de 2014.

Martinelli, Maria Lúcia (1999). O uso de abordagens qualitativas na pesquisa em serviço social: Pesquisa qualitativa: um instigante desafio. São Paulo: Veras.

Minayo, Maria Cecilia de Souza. (1994). Pesquisa social: teoria, método e criatividade. 21 ed. Petrópolis: Vozes.

_________. Maria Cecília de Souza (2008). O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 11 ed. Rio de Janeiro: Abrasco, 2008.

Nonato Junior, Raimundo (2009). Epistemologia e teoria do conhecimento em secretariado executivo: a fundação das ciências da assessoria. Fortaleza: Expressão Gráfica.

Nonato Junior, Raimundo (2012). Objeto de pesquisa em secretariado executivo. In: Durante, Daniela Giareta. Pesquisa em secretariado: cenários perspectivas e desafios. Passo Fundo, UPF, 2012.

Oliveira, Saulo A (2011). Brevíssimo tratado conceitual da assessoria: para entender o secretariado. Guarapuava: Gráfica ideal, 2011.

Projeto de Extensão Rede educativa, empreendedora e colaborativa no Secretariado - Recosec (2013). Coordenação de Maria Luzitana Santos. Universidade Federal da Paraíba.

Silva, M. O. de; Yasbek, M. C; Giovanni, G (2008). di. A Política Brasileira no Século XXI: a prevalência dos programas de renda. 4ª ed. rev. atual. São Paulo: Cortez, 2008.

_____ (1999). Classes subalternas e assistência social. São Paulo: Cortez.

Sousa, Elaine Freitas de; Luzitana, Maria (2013). Círculo de Memória: um dispositivo de pesquisa para elaboração de inventário no projeto RECOSEC a partir de uma contribuição Freireana (relato de pesquisa). Projeto de extensão RECOSEC: Universidade Federal da Paraíba (UFPB).

Zampier, Maika (2013). Assessoria a Associações de Beneficiários da Reforma Agrária - PB: Implantação de Gestão Solidária e Rede Local. Projeto de Extensão da Universidade Federal da Paraíba (UFPB).




DOI: https://doi.org/10.7769/gesec.v6i3.355

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Suéllen Ramos, Ana Maria Kotzko, Eloyse Gonçalves, Raimundo Nonato Junior

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

GeSec - Revista de Gestão e Secretariado | São Paulo, São Paulo, Brasil | e-ISSN:2178-9010

Para referências:

R. G. Secr., GESEC.

Licença Creative Commons
Esta Revista está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia