Produção Acadêmica em Secretariado: Análise dos Artigos da Revista de Gestão e Secretariado – Gesec e da Revista Secretariado Executivo em Revist@ entre 2005 E 2012

Edson Sadao Iizuka, Walkiria Aparecida Gomes de Almeida

Resumo


Trata-se de um artigo que busca analisar a produção acadêmica na área de Secretariado, especificamente o que foi produzido no âmbito dos periódicos “Revista de Gestão e Secretariado – GESEC” e “Revista Secretariado Executivo em Revist@”, ambos presentes na lista Qualis-Capes. Após 8 anos de produção acadêmica em periódicos científicos sobre a temática do Secretariado, acredita-se na relevância da análise do que já foi produzido. Para isso, procedeu-se uma pesquisa bibliométrica a partir dos artigos aprovados nos periódicos mencionados. Adotou-se a pesquisa exploratória, de cunho misto, qualitativo quanto à parte bibliográfica e análise de conteúdo para categorização das unidades de significado, e quantitativo na parte correspondente à estatística descritiva. Foi analisado um total de 98 artigos. Utilizou-se como base de investigação todos os artigos produzidos entre 2005 e 2012 e que foram publicados na GESEC (2010 a 2012) e na Revista Secretariado Executivo em Revist@ (2005 a 2011). Os principais resultados da pesquisa foram: a produção científica na temática do Secretariado concentra-se em 11 Instituições de Ensino Superior (78 artigos, ou seja, 79,6% do total), os Estados do Rio Grande do Sul, São Paulo e Paraná apresentaram o maior número de trabalhos: 49, 18 e 10, respectivamente; por outro lado, não se verificou nenhum artigo de um Estado da região Centro-Oeste. Após a análise das 1.466 referências (livros, artigos, teses, dissertações e outras) utilizadas nos 98 artigos foi possível verificar que 18 autores foram os mais utilizados (acima de seis menções); selecionaram-se as 11 referências mais citadas (acima de 5 menções). Quanto à metodologia de pesquisa verificou-se que em 78,6% dos trabalhos a metodologia utilizada foi a qualitativa e 21,4% adotaram a metodologia mista (qualitativa e quantitativa). Os artigos focalizaram 7 temáticas principais: (i) Contexto e Atuação Profissional (37 artigos); (ii) Formação Acadêmica, Ensino e Aprendizagem (16 artigos); (iii) Línguas Estrangeiras, Tradução, Domínios de Idiomas (13 artigos); (iv) Comunicação, Gêneros Discursivos (6 artigos); (v) Arquivística, Gestão de Documentos (6 artigos), (vi) Questões relacionados ao Gênero (5 artigos), (vii) Temáticas Diversas (15 artigos). Acredita-se que os resultados contribuam com os pesquisadores interessados neste campo, assim como possibilitam reflexões acerca de pesquisas futuras em Secretariado no Brasil.

DOI: 10.7769/gesec.v5i3.273


Palavras-chave


Secretariado. Bibliometria. Produção Acadêmica.

Texto completo:

PDF

Referências


Araújo, Carlos Alberto (jan./jun, 2006). Bibliometria: evolução histórica e questões atuais. Porto Alegre: Em Questão, vol. 12, n. 1, pp. 11-32.

Bertero, C. O., Vasconcelos, F. C. & Binder, M. P. (2003). Estratégia Empresarial: a produção científica brasileira entre 1991 e 2002. Revista de Administração de Empresas, vol. 43, n.4.

Bertero, C. O. (2005). Ser ou não ser (boa) teoria: eis a questão. In: Carlos Osmar Bertero; Miguel Pinto Caldas & Thomaz Wood Jr. (org.). Produção científica em Administração no Brasil. 1a ed. São Paulo: Editora Atlas S/A, vol. 1, pp. 1-17.

Bíscoli, Fabiana Regina Velozo & Bilert, Vânia Silva de Souza (jan.-dez. 2013). A evolução do Secretariado Executivo: Caminhos prováveis a partir dos avanços da pesquisa científica e dos embates teóricos e conceituais na área. Revista Expectativa – Unioeste, vol. XII n. 12.

Bussab, Wilton de O. & Morettin, Pedro A. (2010). Estatística básica. São Paulo: Saraiva.

Cooper, H. M. & Lindsay, J. J. (1998). Research synthesis and meta-analysis. In: Bickman, L. & Rog, D. J., Handbook of applied social research methods. London: Sage Publications, pp. 315-338.

Durante, Daniela Giareta (org.) (2012). Pesquisa em secretariado: cenários, perspectivas e desafios. Passo Fundo: Ed. Universidade de Passo Fundo.

Guedes, V. V., & Borschiver, S. (2005). Bibliometria: uma ferramenta estatística para a gestão da informação e do conhecimento, em sistemas de informação, de comunicação e de avaliação científica e tecnológica. Anais do Encontro Nacional de Ciências da Informação, Salvador, BA, Brasil, (6).

Iizuka, Edson Sadao & Sano, Hironobu (2004). O Terceiro Setor e a produção acadêmica: Uma visita aos anais dos Enanpad´s de 1990 a 2003. RJ: In: Encontro Nacional dos Programas de Pós-graduação em Administração, Enanpad, Anais.

Lakatos, E. M & Marconi, M. A. (2000). Metodologia científica. 3a ed. São Paulo: Editora Atlas.

Maçaneiro, M. B. (2, 20, 21 e 22 out. 2011). A construção da identidade científica em Secretariado Executivo. In: Enasec - A evolução da profissão por meio da pesquisa. Passo Fundo. Anais. Passo Fundo - RS: UPF.

Maçaneiro, M. B. & Kuhl, M. R. (dez. 2013). Estado da arte e o rumo do conhecimento científico em Secretariado Executivo: mapeamento e análise de áreas de pesquisa. Revista de Gestão e Secretariado - GeSec, São Paulo, vol. 4, n. 3, pp. 157-188.

Mezzomo Keinert, T. (2000). O que é administração pública no Brasil. In: Encontro anual da Associação Nacional dos programas de pós-graduação em administração, 24º, 2000, Florianópolis. Anais. Rio de Janeiro: Anpad.

Moreira, Sonia Virgínia (2005). Análise documental como método e como técnica. In: Duarte, Jorge & Barros, Antônio (org.). Métodos e técnicas de pesquisa em comunicação. São Paulo: Atlas, pp. 269-279.

Nascimento, Erivaldo Pereira do (2013). A produção científica em eventos acadêmicos de Secretariado Executivo. Passo Fundo: Revista do Secretariado Executivo, pp. 99-112, n. 9.

Nonato Júnior, Raimundo (2009). Epistemologia e teoria do conhecimento em secretariado executivo: a fundação das ciências das assessorias. Fortaleza: Expressão Gráfica.

Pritchard, A. (1969). Statistical bibliography or bibliometrics? Journal of Documentation, [s. l.], vol. 25, n. 4, pp. 348-349.

Silva, Joelma Soares da; Barros, Conceição de Maria Pinheiro de Barbosa & Silva, Maria Flaviana (jul./dez, 2012). Fundamentação da gestão secretarial: um estudo bibliométrico. São Paulo: Revista de Gestão e Secretariado - GeSec, vol. 3, n. 2, pp. 106-126.

Vanti, Nadia Aurora Peres (maio/ago, 2002). Da bibliometria à webometria: uma exploração conceitual dos mecanismos utilizados para medir o registro da informação e a difusão do conhecimento. Brasília: Ci. Inf., vol. 31, n. 2, pp. 152-162.




DOI: https://doi.org/10.7769/gesec.v5i3.273

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Edson Sadao Iizuka, Walkiria Aparecida Gomes de Almeida

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

GeSec - Revista de Gestão e Secretariado | São Paulo, São Paulo, Brasil | e-ISSN:2178-9010

Para referências:

R. G. Secr., GESEC.

Licença Creative Commons
Esta Revista está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia